segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Tudo começou em Outubro de 2010...



A foto ao lado registra o primeiro recital que fizemos no Centro Cultural Salgado Filho, e foi feita pelo caríssimo Leo Moraes, seu gestor à época (veja o cartaz acima).

Foi num domingo, dia 3 de outubro de 2010, às 11h; uma manhã quente de um dia de eleição. Na plateia, amigos e parentes queridos (alguns que não víamos há anos, inclusive) vieram nos prestigiar ao lado de muitas pessoas da comunidade local que, ao fim da apresentação, nos abordaram relatando a forte impressão que lhes causara aquela primeira experiência com o violão clássico.

Nosso contato com o Centro Cultural Salgado Filho, que fica próximo de nossa residência, se deu inicialmente em função de outro projeto, o "Corda Nova". A acolhida calorosa e entusiasmada do público na ocasião fez com que saíssemos de lá com a cabeça fervilhando ideias, e foi esta experiência que inspirou o projeto "Elegia ao Violão". O apoio deste Centro Cultural na pessoa do Leonardo Moraes, que inclusive nos presenteou com uma carta de recomendação à Fundação Municipal de Cultura, foi certamente decisivo, assim como nos comoveu muitíssimo.

Nada mais apropriado, portanto, que encerrarmos este projeto no local onde tudo começou há pouco mais de um ano atrás - e justamente integrando as comemorações do 3º aniversário do Centro Cultural!

Todos convidados! Amanhã, 6/12/2011, às 19hs, completaremos esta sequencia de 9 recitais em que visitamos as mais diversas regiões da cidade de Belo Horizonte, retornando finalmente ao Salgado Filho.

0 comentários:

Ricardo Marçal

Ricardo Marçal

O violonista belo-horizontino Ricardo Marçal (29) tem se dedicado a uma crescente agenda de concertos pelas mais diversas regiões do Brasil, cativando a simpatia do público e atraindo a atenção de meios de imprensa como os programas “Violões em Foco” e o tradicional “Música e Músicos do Brasil”, ambos da Rádio MEC-FM. É bacharel em Música pela UFMG na classe do professor Fernando Araújo, foi bolsista do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão por dois anos, prossegue seus estudos regulares como aluno particular do aclamado violonista Fábio Zanon e, a convite do maestro Oscar Ghiglia, tem se aperfeiçoado nos cursos anuais de verão da Accademia Musicale Chigiana de Siena, na Itália. Como solista tem se apresentado regularmente em importantes séries por Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia e São Paulo. Seus projetos para 2012 incluem a 2a temporada do projeto "Elegia ao Violão", uma nova turnê com o quarteto de violões Corda Nova, do qual é membro fundador e uma turnê estadual com o Quarteto de Cordas da família Barros. Como pesquisador, Ricardo está elaborando um trabalho de pesquisa sobre o repertório de música de câmara com violão do início do séc. XIX em parceria com o historiador Gerson Castro e é professor dos cursos de história da música e apreciação musical da Academia de Ideias. Além disso, coordena a criação de uma série de música de câmara nos municípios mineiros de Betim, Brumadinho, Contagem, Crucilândia e Esmeraldas. (4/2012)

Tecnologia do Blogger.

Seguidores